Backpacking Two

História de Imigração: Tailândia (por terra, vindo do Laos)

3 Comentários

Dia 10 de junho de 2015 deixamos o Laos e voltamos para Pai, na Tailândia, para descansarmos um pouco antes de seguirmos viagem para Myanmar.

Contudo, ao contrário da nossa primeira entrada no país, entramos na Tailândia por terra, na fronteira entre Huay Xai, Laos e Chiang Khong, Tailândia e foi bem mais fácil.

Saímos de Luang Prabang, no Laos, às 18:00h do dia 09 de junho de 2015, para pegarmos uma(s) van(s) (340.000 kips cada, algo em torno de 156 reais cada), com destino à Chiang Mai, na Tailândia

Chegamos à Huay Xai às 06:00h, porém a imigração só abria as 08:30h e tivemos que esperar na estação de ônibus local.

Estação de ônibus de Huay Xai

Estação de ônibus de Huay Xai

Esperamos na estação de ônibus da cidade até as 08:10h, quando um tuk-tuk nos pegou e nos levou até ao Posto de Imigração do Laos.

Tuk-tuk estiloso!

Fronteira do Laos

Posto de Imigração do Laos, em Huay Xai

Chegamos na imigração às 08:30h, entramos em uma fila pequena e, sem qualquer burocracia ou pagamento de taxas duvidosas, carimbaram nossa saída do país.

Saímos da imigração do Laos às 08:40h e pegamos um ônibus que nos levou até Chiang Khong, ao posto de Imigração da Tailândia.

Ônibus que nos levou até o Posto de Imigração da Tailândia. Bem mais confortável do que as vans que pegamos!

Posto de Imigração da Tailândia, em Chiang Khong

Posto de Imigração da Tailândia, em Chiang Khong

Chegamos na imigração às 08:50h e, logo na entrada, um agente nos entregou o Cartão de Chegada e Partida, que consistia em um formulário para informarmos nossos dados pessoais, dados do nosso ônibus (não sabíamos, deixamos em branco), dados da nossa hospedagem na Tailândia, nossa profissão, motivo da visita, se era a primeira entrada no país, de onde viemos, para onde iríamos na Tailândia, quanto recebemos por ano e os dados da partida do país (que podem ser preenchidos no dia da saída), sendo que a parte dedicada à entrada fica com a imigração e a parte dedicada à partida dentro do passaporte.

Cartão de Entrada e Partida

Após preenchermos o referido formulário, entramos em uma fila pequena e, sem maiores burocracias e de graça (<3), carimbaram nossas entradas e visto de 90 dias no país. Até jogamos conversa fora com o agente de imigração, que foi um dos mais simpáticos que encontramos até hoje! 😀

Ao contrário da imigração por ar, não precisamos passar pelo Controle de Saúde e nem mesmo preencher qualquer declaração de estado de saúde.

Às 09:15h estávamos legalmente em solo tailandês e prontos para pegarmos uma outra van rumo à Chiang Mai e, algumas horas depois, outra van rumo à Pai.

Agora é curtir mais alguns dias em terras tailandesas!

Sawasdee (Oi), Tailândia! Já estávamos com saudade! 😉

Nota: Na época, com 01 real, comprávamos 2.170 kips.


Fotos: Arquivo pessoal.

Anúncios

Autor: Wanessa

advogada, 30 anos, apaixonada por viajar, com, no momento, 22 países guardados na memória e no coração.

3 pensamentos sobre “História de Imigração: Tailândia (por terra, vindo do Laos)

  1. Olá Wanessa!

    Estamos planejando o nosso mochilão pela Ásia (bem menor que o seu por sinal) e descobrimos o vosso blog! Ainda agora começei a ler mas já fiquei entusiasmada com a escrita e quantidade de informação (Iupiiiiiiii).
    Em relação a este post, ouvi falar de uma forma de atravessar a mesma fronteira mas chegando de barco desde luang prabang. Sei que demora dois dias mas não consigo obter muito mais informação. Sabe de alguma dica?.

    Obrigada!

    Curtir

    • Oi Cátia!

      Fico feliz por você ter gostado do nosso blog, significa muito pra nós e esperamos poder ajudá-la cada vez mais! 😀

      Que legal! Quando e por quais países será o mochilão de vocês?

      Com relação à sua pergunta, realmente tem como atravessar a fronteira de barco. Custava, na época, algo em torno de 300.000 / 320.000 kips por pessoa, cerca de 150 reais hoje (não lembramos ao certo) e demora entre 2 e 3 dias pra chegar na Tailândia. Sai de Luang Prabang, no Laos, e vai para Chiang Mai na Tailândia, mas, quando chega na fronteira parece que termina de chegar de van, inclusa nesse valor.

      A diferença do barco para o ônibus, que na realidade era uma van, é bem pequena (cerca de 40.000 ou 20.000 kips, algo em torno de 10 ou 20 reais hoje), sendo que comidas e bebidas não estão inclusas. Assim, chegamos à conclusão que pelo tempo e pelo dinheiro que gastaríamos comendo, não compensaria. Como não fomos de barco e não conhecemos ninguém que atravessou a fronteira assim, infelizmente, não posso te dar mais informações.

      Qualquer dúvida, pode ficar à vontade para perguntar!

      Beijos!

      Wanessa.

      Nota: 8.000 kips vale 1 dólar e 1 dólar, hoje, vale 3,68 (no cartão com IOF). Arredondei um pouco os valores em reais.

      Curtir

  2. Pingback: 25 dias no Laos | Backpacking Two

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s