Backpacking Two


2 Comentários

História de Imigração: Bolívia (por terra, vindo do Peru)

Voltando para o Brasil, em janeiro de 2014, um dos trajetos de ônibus que fizemos foi Cusco (Peru) – La Paz (Bolívia). Ao chegarmos na fronteira por terra entre o Peru e a Bolívia, descemos do ônibus e atravessamos a pé as fronteiras, enquanto o ônibus dirigiu-se para nos esperar em território boliviano. Continuar lendo

Anúncios


Deixe um comentário

História de Imigração: Malásia (por ar, vindo da Tailândia)

Devido a um Acordo Internacional de Reciprocidade firmado entre Brasil e Malásia, brasileiros não precisam tirar visto de turismo antecipadamente e nem pagar nenhuma taxa para entrar em território malaio. O visto, nesse caso, é on arrival, ou seja, na chegada, e vale por 90 dias.

O documento necessário é tão somente o passaporte com, no mínimo, 06 meses de validade. Continuar lendo


Deixe um comentário

História de Imigração: Tailândia (por ar, vindo de Mianmar)

Dia 01º de julho de 2015 deixamos Mianmar e voltamos para Bangkok, na Tailândia, para descansarmos um pouco do batidão de 15 dias em terras mianmarenses.

Mais uma vez, entramos na Tailândia por ar, porém foi bem mais fácil e rápido do que nossa primeira entrada no país.

Entramos na Tailândia no dia 01º de julho de 2015 em um voo vindo do Aeroporto Internacional de Mandalay, em Mianmar, com destino ao Aeroporto Internacional Don Mueang, em Bangkok. Continuar lendo


3 Comentários

História de Imigração: Mianmar (por ar, vindo da Tailândia)

Mianmar é um dos países que brasileiros precisam tirar o visto antecipadamente para entrar. Tal visto pode ser requerido, até 03 dias úteis antes da data de chegada, diretamente no site oficial do governo de Mianmar e é válido para entrada no país pelos aeroportos das cidades de Mandalay, Nay Pyi Taw e Yangon. Continuar lendo


3 Comentários

História de Imigração: Tailândia (por terra, vindo do Laos)

Dia 10 de junho de 2015 deixamos o Laos e voltamos para Pai, na Tailândia, para descansarmos um pouco antes de seguirmos viagem para Myanmar.

Contudo, ao contrário da nossa primeira entrada no país, entramos na Tailândia por terra, na fronteira entre Huay Xai, Laos e Chiang Khong, Tailândia e foi bem mais fácil. Continuar lendo


3 Comentários

História de Imigração: Laos (por terra, vindo do Vietnã)

O Laos é um dos países que brasileiros precisam tirar o visto para entrar. Porém, tal visto pode ser requerido diretamente nos aeroportos internacionais de Vientiene ou de Luang Prabang ou nas fronteiras por terra. Os documentos necessários são o passaporte com, no mínimo, 06 meses de validade e uma foto 3×4.

Entramos no Laos por terra, no posto de fronteira 133, entre o Vietnã e o Laos. Continuar lendo


1 comentário

História de Imigração: Camboja (por ar, vindo da Tailândia)

O Camboja é um dos países que brasileiros precisam tirar o visto antecipadamente para entrar. Contudo, não há serviço consular no Brasil, pelo que tal visto pode ser requerido, até 03 dias úteis antes da data de chegada, diretamente no site oficial do governo do Camboja (em casos de entrada no país pelos locais que tenham suporte para o e-visa) ou no próprio aeroporto/fronteira por terra no dia da chegada. Em ambos os casos, tirando a propina que dizem rolar nas fronteiras por terra, paga-se 30 dólares por pessoa, porém, o e-visa cobra mais 7 dólares de taxas de processamento, e o visto de turismo vale por 30 dias. Continuar lendo


10 Comentários

História de Imigração: Tailândia (por ar, vindo do Brasil)

Entramos na Tailândia em 20/11/2014, pelo Aeroporto Internacional de Suvarnabhumi (30 km a leste de Bangkok).

No voo, nos deram um papel para preencher e agilizar a entrada, então, chegamos, desembarcamos e fomos direto para a fila de imigração. Continuar lendo


Deixe um comentário

História de Imigração: Reino Unido (por terra, vindo da Bélgica)

Entramos no Reino Unido em um trem vindo de Bruxelas na Bélgica para Londres na Inglaterra e o guichê da imigração era na estação de trem em Bruxelas.

A fila não estava grande e fomos atendidos relativamente rápido. A moça não era nada simpática e já foi fazendo as perguntas de praxe: o que iríamos fazer por lá, quanto tempo ficaríamos, para onde iríamos depois, se tínhamos dinheiro, onde ficaríamos hospedados. Nessa última pergunta me dei conta que tinha deixado o comprovante da reserva da hospedagem no hotel em Bruxelas. E agora? Continuar lendo


1 comentário

História de Imigração: França (por ar, vindo do Brasil)

Ao desembarcar no aeroporto da França eu e os demais passageiros do meu voo fomos levados para uma salinha e nos deixaram esperando. Algum dos passageiros tinha esquecido/deixado uma mala dentro do avião e suspeitavam que era uma bomba. Só iriam nos liberar até terem certeza que não era. Aguardamos mais ou menos uma hora e nos liberaram para passar pela imigração. Continuar lendo